Dia 25 é dia de lutar contra a violência à mulher!

Vídeo da Campanha de Combate à Violência Contra a Mulher

Lutamos, buscando construir a várias mãos e diuturnamente uma sociedade livre da desigualdade, opressão e violência. É nesse contexto que as feministas vêm denunciando e combatendo a violência contra a mulher. Violência essa que ocorre de várias formas: psicológica, simbólica, patrimonial, institucional, sexual e física; e é resultado da ideologia patriarcal e machista que considera a mulher um ser inferior, sem direitos, subalterno e subserviente, reconhecido como propriedade dos homens, familiares, patrões e do Estado.  Uma violência que se repete diariamente e que moldou um comportamento de aceitação e trivialidade que nos indigna.

Uma palavra de ordem já diria que o machismo mata todos os dias; entretanto, o feminismo nunca matou ninguém. É contra isso que lutamos e por todas as mulheres que sofrem quaisquer tipos de violência, transformando suas vidas em rotinas de medo, impotência e humilhação.

Devemos coibir a violência não somente nos espaços públicos, mas também no privado. É no espaço doméstico que a opressão e a violência contra as mulheres ganha concretude. A cada 15 minutos uma mulher sofre violência no Brasil; 87% de seus agressores é ou foi o seu namorado. Sim, queremos “meter a colher” em todas as práticas sociais que prejudicam as mulheres, as diminuem e inviabilizam seu protagonismo e liberdade. Queremos mudanças em todos os âmbitos: no privado, nas relações, no mundo do trabalho, nas leis, no judiciário, na mídia, na educação, na saúde…

A violência contra a mulher é o machismo na prática. E é por tudo isso que as mulheres do PSOL saem em campanha no combate à violência contra a mulher. Queremos calar o grito das mulheres vítimas de violência e gritar o silêncio da naturalização dessa violência na nossa sociedade. Pretendemos conquistar corações e mentes para essa batalha. Batalha em defesa da vida de todas as mulheres.

Convidamos a todos e a todas a mudarem essa realidade, que mata uma mulher a cada duas horas no Brasil, e a comporem as mobilizações nesse 25 de novembro, Dia de Combate à Violência contra a Mulher!

Atividades do dia 25.11:

– Das 06:00 às 08:00: Ato Contra os Assédios Sexuais no Metrô. Local: metrô Barra Funda

– Às 16:00: Marcha das Vadias. Local: Cidade Universitária, na frente do Bandeijão Central

– Das 17:00 às 19:00: às Ato Contra os Assédios Sexuais no Metrô. Local: metrô Sé

Deixe um comentário:


*