05/12: cruzar os braços e resistir em defesa dos direitos e contra o fim da aposentadoria

Apesar do surpreendente recuo de algumas das principais Centrais Sindicais, uma gravíssima demonstração de descompromisso dessas entidades para com a luta em defesa de direitos dos trabalhadores, o dia de amanhã, 05 de dezembro, está mantido como um dia nacional de luta contra a tentativa de “Reforma” da Previdência, que o governo golpista quer impor.

Esse é o caminho, pois diante dos retrocessos brutais, como a aprovação da Lei das Terceirizações, o congelamento dos investimentos públicos com a EC 95, a “Reforma” Trabalhista e a ameaça real de destruição da previdência, não há outra alternativa, se não, ocupar as ruas, lutar e resistir de todas as formas.

Assim, além de nos somar aos esforços de sua construção, devemos participar deste dia nacional de luta, nos atos e em todas suas ações.

Em São Paulo, pautaremos também o combate ao PL 920/2017, proposto pelo governador Alckmin(PSDB), que congela salários dos servidores públicos, concursos, aumentava alíquota de contribuição previdenciária e impõe um congelamento perverso nos investimentos públicos no estado de São Paulo.

Na capital, a concentração será a partir das 16h, no MASP, onde haverá um ato unificado das Frentes Povo sem Medo e Brasil Popular.

Participem, vamos usar nossas camisetas, levar nossas bandeiras, a presença da militância do PSOL fará toda diferença!

EXECUTIVA ESTADUAL DO PSOL-SP