Ivan Valente entra com representação no MP contra o Secretário de Educação de Alckmin

Hoje, o Deputado Federal Ivan Valente protocolou representação no Ministério Público de São Paulo contra o Secretário de Educação Herman Jacobus Cornelis Voorwald, e o chefe de Gabinete da secretaria em questão, Fernando Padula Novaes.

A razão da iniciativa tem a ver com a tentativa do Governo do Estado, através das figuras acima citadas, sabotar, afrontando preceitos básicos da democracia, a luta de estudantes, pais e professores contra o projeto de “reorganização”, o qual fechará escolas, salas de aula e criará escolas com ciclos únicos.

Vazou áudio de uma reunião recentemente realizada, na qual participou dirigentes do Governo, em que o chefe de gabinete da Secretaria de Educação, Fernando Padula Novaes, afirma estar em guerra contra os estudantes e explicita quais táticas tomar para derrotar o movimento. Meios de intimidação, como fotografar carros e pessoas e mesmo colocar a Polícia Militar em ação, estão sendo utilizados para por fim às ocupações.

Essas medidas profundamente autoritárias atentam contra a liberdade de manifestação e de livre pensamento, o que demanda a responsabilização dos responsáveis por tamanhas arbitrariedades.

Não à toa, hoje foi publicado no Diário Oficial do estado o decreto da “reorganização”, fato que supostamente justifica a “operação de guerra” movida por Alckmin contra a comunidade escolar.

Esperamos que o Ministério Público aja de acordo com a lei e impeça que o desmando autoritário do Governo continue.

Enquanto isso, apoiamos a luta dos estudantes, pais e professores em defesa da educação pública!

#NãofechemMinhaEscola

#MandatoValente

 

Leia aqui a íntegra da representação