São Paulo, estado com os pedágios mais caros do país, terá novo aumento

pedágio_tucanoA partir de quarta-feira, circular pelo estado de São Paulo se tornará ainda mais difícil. O sistema mais caro de pedágios do país será reajustado. Algumas estradas terão aumento relativo ao IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) da ordem de 4,11%. São elas Anchieta-Imigrantes, Bandeirantes, a Washington Luis, Cândido Portinari, Brigadeiro Faria Lima, Castello Branco e Anhanguera. Outras serão reajustadas de acordo com o IPCA, hoje em 8,47%. Nessa situação estão os trechos Oeste e Sul do Rodoanel, rodovias Dom Pedro 1º, Raposo Tavares, Marechal Rondon Oeste e Leste e Ayrton Senna/Carvalho Pinto.

O aumento será para carros, motos, caminhões e ônibus. Para ter em mente uma ideia do que significa o reajuste, no sistema Anchieta/Imigrantes o valor passará de 22 reais para 22,90. Tal sistema liga a baixada santista à região metropolitana de São Paulo, circuito frequentado por milhares de pessoas todos os dias. Os impactos serão, portanto, enormes.

O Governo Estadual demonstra, com isso, sua total falta de preocupação com o povo. A privatização das estradas coloca em risco, e em muitos casos literalmente impede, que as pessoas circulem por elas.

Ao mesmo tempo, várias categorias fizeram greve e nada receberam em troca. Os professores, por exemplo, ficaram paralisados por mais de 90 dias e o que receberam foram cortes pelos dias parados, enquanto as empresas concessionárias são agraciadas com aumentos nos já exorbitantes pedágios. Eis um bom exemplo de como funciona a gestão tucana: aos empresários, o que queiram. Direitos sociais, como o de ir e vir, tome pedágio!

Mandato Ivan Valente PSOL/SP

Deixe um comentário:


*