Intelectuais e movimentos protestam contra ataques de Israel à Palestina

Palestinos_ReproduçãoUm grupo de escritores, professores e artistas do mundo todo lançaram no último dia 31 um abaixo assinado exigindo de Israel o fim do que eles chamam de “massacre em Gaza”.

O comunicado diz que “o mundo não pode assistir em silêncio ao extermínio do povo palestino” e defende que os governantes rompam relações comerciais com Israel, “tal como foi feito com a África do Sul” do apartheid.

Você pode assinar o pedido aqui

No último dia 28, mais de 80 organizações elaboraram um manifesto solicitando que o Brasil rompa as relações comerciais com Israel, inclusive com o fim do acordo de livre comércio do país com o Mercosul, como forma de sanção pelos ataques à Faixa de Gaza, que já deixou mais de mil e quatrocentos mortos.

Os signatários do documento reforçam que apesar da condenação do ataque por autoridades brasileiras, o país ainda permanece como quarto maior importador de tecnologia militar de Israel, em um mercado que já ultrapassa as cifras de US$ 1 bilhão.

Deixe um comentário:


*