Ivan Valente lamenta a morte do historiador Eric Hobsbawm

O deputado federal Ivan Valente manifestou pesar pelo falecimento, nesta segunda-feira (1), do escritor e historiador marxista Eric J. Hobsbawm. Ele morreu nesta manhã aos 95 anos devido a uma pneumonia, que o manteve internado por um longo período no hospital Royal Free, em Londres.

Nascido em 1917 em Alexandria, no Egito, às vésperas da Revolução Russa, Hobsbawm foi um dos pensadores mais brilhantes do século XX e ajudou a compreender as grandes transformações da história através do marxismo, especialmente na série “A Era das Revoluções”, “Era do Capital”, “A Era dos Impérios” e “Era dos Extremos”, além de ser um dos organizadores da série “História do Marxismo”. Publicou seu último livro em 2011, intitulado “Como Mudar o Mundo”.

Hobsbawm integrou também as fileiras do Partido Comunista alemão, onde começou sua militância aos 14 anos. Já na Inglaterra, fez parte da seção britânica do partido – que deixou de existir em 1991. Apesar disso, já havia rompido com o comunismo de inclinação stalinista em 1956, depois da invasão soviética da Hungria. Hobsbawm foi um crítico coerente do stalinismo, mas nunca abandonou os ideais socialistas.

“A injustiça social ainda deve ser denunciada e combatida, pois o mundo não vai a melhorar por si só”, dizia Hobsbawm.

Para Ivan Valente, a coerência e a busca pela verdade histórica faziam do pensador alguém respeitado até mesmo por adversários do marxismo e do socialismo. “Sua extensa produção intelectual faz de Hobsbawm um dos grandes observadores do século XX e da transição para o século XXI. Foi um dos grandes nomes do marxismo, e sua perda é irreparável para aqueles que sonham com um mundo mais justo”, afirmou o parlamentar

Do site do deputado federal Ivan Valente

Deixe um comentário:


*